Cão deitado lanches

Sobre o Invento

O conceito do “Cão Deitado Lanches” nasceu em 2011 em Friburgo (RJ), quando José Antonio apresentou à prefeitura a ideia de uma escultura gigante que teria em seu interior um polo de alimentação cujo layout evocava o “cão sentado”, nome pelo qual é conhecida uma grande pedra existente numa reserva ecológica local – o projeto se diferenciava, ainda, por ter um dinossauro de cada lado. “O cão teria 10m de altura e os dinossauros 7m cada um. Dentro do complexo, haveria lanchonetes e sanitários. Não deu negócio na época”, lamenta-se o inventor.

Inventor: José Antonio Vieira

Categoria: Alimentação

Benefícios: Apenas em 2015, José Antonio teve a ideia de transformar o projeto em um trailer/ lanchonete para que pequenos e médios empreendedores trabalhassem com uma proposta que combina a alimentação com um espaço lúdico para crianças. “Fiz uma maquete e levei para patentear”, conta o inventor.

Público-Alvo: Parceria – O inventor já possui proteção legal do projeto além de estudos de seu funcionamento, sendo que agora procura por empresas e parceiros que queiram investir na ideia e disponibilizá-la em escala no mercado. Para mais informações, representações ou distribuições, entre em contato pelo próprio site ou com seus procuradores – Associação Nacional dos Inventores, através do telefone (11) 3670-3411 ou e-mail [email protected]

Release

Modelo de franquia Inventor cria novo uia no estilo “food-truck”

O diferencial é a aposta no entretenimento do público infantil já no design do trailer Um ambiente para alimentação com design inovador para entreter os pequenos é a proposta do “Cão Deitado Lanches”, uma trailer/lanchonete conceitual desenvolvido pelo artista plástico José Antonio Vieira, afiliado à Associação Nacional dos Inventores.

O projeto oferece toda a estrutura para preparação do alimento escolhido pelo comerciante e conta com um escorregador para as crianças. O conceito do “Cão Deitado Lanches” nasceu em 2011 em Friburgo (RJ), quando José Antonio apresentou à prefeitura a ideia de uma escultura gigante que teria em seu interior um polo de alimentação cujo layout evocava o “cão sentado”, nome pelo qual é conhecida uma grande pedra existente numa reserva ecológica local – o projeto se diferenciava, ainda, por ter um dinossauro de cada lado.

“O cão teria 10m de altura e os dinossauros 7m cada um. Dentro do complexo, haveria lanchonetes e sanitários. Não deu negócio na época”, lamenta-se o inventor. Apenas em 2015, José Antonio teve a ideia de transformar o projeto em um trailer/ lanchonete para que pequenos e médios empreendedores trabalhassem com uma proposta que combina a alimentação com um espaço lúdico para crianças. “Fiz uma maquete e levei para patentear”, conta o inventor. “O diferencial é o design e a praticidade. Cada comerciante poderá escolher o que servir.

E enquanto o cliente espera pelo lanche, se estiver com um criança, ela poderá escorregar por uma salsicha saindo da boca do cão e cair dentro de um tomate”, explica José Antonio. O inventor já registrou o conceito do “Cão Deitado Lanches” junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e atualmente busca investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado. Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Galeria de Fotos

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário