Case Academia

Sobre o Invento

Malhar é essencial, mas fica bem mais interessante quando a gente pode ouvir nossas músicas preferidas e carregar com facilidade toalha, chaves, etc. João Miguel Costa Neto, William Brennecke da Costa e Diego Brennecke da Costa, afiliados à Associação Nacional dos Inventores (ANI), perceberam essa necessidade e desenvolveram o “Case Academia”.

Inventores: João Miguel Costa Neto, William Brennecke da Costa e Diego Brennecke da Costa

Categoria: Acessórios

Benefícios: O “Case Academia” é um acessório que permite ao usuário carregar seus pertences como smartphone, toalha e garrafa d’água, chaves, etc. durante o treino com conforto e segurança.

Público-Alvo: O público-alvo do inventor são os frequentadores de academias, empresas de equipamentos esportivos e também as próprias academias que podem oferecer o produto para seus clientes.

Release

Inventor  cria “Case Academia” para usuários de academias

Acessório permite aos atletas carregar objetos pessoais consigo durante os treinos

Malhar é essencial, mas fica bem mais interessante quando a gente pode ouvir nossas músicas preferidas e carregar com facilidade toalha, chaves, etc. João Miguel Costa Neto, William Brennecke da Costa e Diego Brennecke da Costa, afiliados à Associação Nacional dos Inventores (ANI), perceberam essa necessidade e desenvolveram o “Case Academia“.

O “Case Academia” é um acessório que permite ao usuário carregar seus pertences como smartphone, toalha e garrafa d’água, chaves, etc. durante o treino com conforto e segurança.

A inspiração, segundo João Miguel partiu da própria necessidade de carregar seus objetos ao longo dos treinos, sem o risco de esquecer algo em algum aparelho ou se atrapalhar ao equilibrar tudo nas mãos.

O público-alvo do inventor são os frequentadores de academias, empresas de equipamentos esportivos e também as próprias academias que podem oferecer o produto para seus clientes.

O “Case Academia” já está registrado pela inventor junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, João Miguel procura por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento, bem como por formação de sociedade.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário