Embalagem descartável para medicamentos efervescente

Sobre o Invento

 O “Tome Já” consiste em uma embalagem em plástico descartável e reciclável, de fácil manuseio, de baixo custo, contendo água mineral e na tampa medicação efervescente ou em comprimido. “É só abrir a embalagem, tirar o medicamento da tampa lacrada e tomar com a água mineral”, diz Paulo César.

Inventor: Paulo Cesar da Silva

Benefícios: A principal vantagem do produto é oferecer comodidade e praticidade para que o usuário possa consumir seus medicamentos em qualquer lugar e horário. “A ideia é que a pessoa possa tomar sua medicação em trânsito e carregá-la consigo quando necessário, até porque dores não avisam quando irão atacar”, avalia o inventor.

 

Release

Inventor desenvolve forma mais segura e prática de tomar medicamentos na rua

Produto oferece a água potável  já acompanhada por uma dosagem única do remédio

Estar na rua e não conseguir tomar o medicamento por falta de água potável, ou mesmo pela indisponibilidade dele no comércio, é um problema que pode, em última instância, prejudicar o tratamento do paciente. Vítima desse tipo de contratempo, Paulo César da Silva, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criou o “Tome Já“, um produto que já traz a água potável  acompanhada por uma dosagem única do fármaco.

O “Tome Já” consiste em uma embalagem em plástico descartável e reciclável, de fácil manuseio, de baixo custo, contendo água mineral e na tampa medicação efervescente ou em comprimido. “É só abrir a embalagem, tirar o medicamento da tampa lacrada e tomar com a água mineral”, diz Paulo César.

A principal vantagem do produto é oferecer comodidade e praticidade para que o usuário possa consumir seus medicamentos em qualquer lugar e horário. “A ideia é que a pessoa possa tomar sua medicação em trânsito e carregá-la consigo quando necessário, até porque dores não avisam quando irão atacar”, avalia o inventor.

O “Tome Já” já está registrado por Paulo César junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, ele procura por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente, do seu licenciamento ou ainda pela formação de sociedade.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário