Espelho móvel retrátil

Sobre o Invento

“É difícil, senão quase impossível para homens e mulheres, que fazem os cabelos em casa, tingi-los ou penteá-los usando o babyliss, por exemplo, ter acesso à visão do que está sendo feito na parte de trás do cabelo”, observa Sheila. As soluções mais comuns envolvem o uso de um jogo de espelhos e, mesmo assim, o resultado fica longe do satisfatório com faixas de fios brancos ou cachos malfeitos.

Inventora: Sheila Regina Noleto da Cunha

Categoria: Vestuário e Acessórios

Benefícios: O protótipo desenvolvido por Sheila permite a visualização da parte posterior, enquanto as mãos permanecem livres para continuar executando o penteado. O espelho tem ajuste de altura de modo que tanto a pessoa sentada quanto em pé possa usá-lo. Nos salões, sua ampla movimentação permite exibir ao cliente o resultado em todos os ângulos.

Release

Inventora cria espelho móvel retrátil para uso profissional e doméstico

O espelho ainda conta com ajuste de altura e iluminação suplementar Quem nunca teve que improvisar um jogo de espelhos para se pentear ou checar como ficou o penteado atrás da cabeça? A aeronauta Sheila Regina Noleto da Cunha, afiliada à Associação Nacional dos Inventores (ANI), sentindo dificuldade para executar perfeitamente os penteados que exigem manuseio dos fios posteriores, desenvolveu o “espelho móvel retrátil de uso profissional e doméstico”.

“É difícil, senão quase impossível para homens e mulheres, que fazem os cabelos em casa, tingi-los ou penteá-los usando o babyliss, por exemplo, ter acesso à visão do que está sendo feito na parte de trás do cabelo”, observa Sheila. As soluções mais comuns envolvem o uso de um jogo de espelhos e, mesmo assim, o resultado fica longe do satisfatório com faixas de fios brancos ou cachos malfeitos.

O protótipo desenvolvido por Sheila permite a visualização da parte posterior, enquanto as mãos permanecem livres para continuar executando o penteado. O espelho tem ajuste de altura de modo que tanto a pessoa sentada quanto em pé possa usá-lo.

Nos salões, sua ampla movimentação permite exibir ao cliente o resultado em todos os ângulos. Sheila propõe que o espelho seja confeccionado com estrutura de aço inox, plástico duro recoberto de película similar na cor ao aço inox, ou de cores variadas. O produto ainda poderá contar com tomada ou bateria de alimentação para também prover iluminação.

O “espelho móvel retrátil de uso profissional e doméstico” já está registrado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) pelos inventores, que buscam parceiros para iniciar a produção seja via licenciamento ou venda da patente, ou pela formação de sociedade. Saiba mais sobre o “espelho móvel retrátil de uso profissional e doméstico”: Sheila Noleto concedeu uma entrevista para o programa da ANI, clique aqui para conferir.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado. Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Galeria de Fotos

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário