Ovo de Ouro

Sobre o Invento

Desenvolver uma forma de conservar por mais tempo os alimentos naturais é uma demanda cada vez mais premente no meio urbano. Vinicius Miguel Silva, Claudio Duvivier Neto e Claudio Duvivier Filho, afiliados à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criaram o “ovo de ouro”, dispositivo que promete retardar o amadurecimento dos alimentos e assim estender sua duração.

Inventores: Vinicius Miguel Silva, Claudio Duvivier Neto e Claudio Duvivier Filho

Categoria: Alimentos

Benefícios: O “ovo de ouro” contém uma cápsula de plástico com orifícios, na qual um composto químico absorve os gases responsáveis por acelerar a maturação dos alimentos. Assim, o consumidor ganha um tempo extra para o consumo. “O produto que capta os gases não entra em contato com os alimentos”, destaca Vinícius.

Público-Alvo: O público-alvo, segundo os inventores, os consumidores finais de frutas, legumes e verduras.

Release

“Ovo de ouro” prolonga o aproveitamento dos alimentos

Produto contém substâncias que absorvem os gases que promovem a maturação de frutas, verduras e legumes

Desenvolver uma forma de conservar por mais tempo os alimentos naturais é uma demanda cada vez mais premente no meio urbano.  Vinicius Miguel Silva, Claudio Duvivier Neto e Claudio Duvivier Filho, afiliados à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criaram o “ovo de ouro“, dispositivo que promete retardar o amadurecimento dos alimentos e assim estender sua duração.

O “ovo de ouro” contém uma cápsula de plástico com orifícios, na qual  um composto químico absorve os gases responsáveis por acelerar a maturação dos alimentos. Assim, o consumidor ganha um tempo extra para o consumo.  “O produto que capta os gases não entra em contato  com os alimentos”, destaca Vinícius.

Os sócios contam que a ideia de desenvolver o “ovo de ouro” surgiu num bate-papo no qual eles discutiam o desperdício de alimentos em casa e a dificuldade de encontrar alimentos frescos quando a residência é distante dos centros comerciais. “Em pouco tempo, frutas, legumes e hortaliças perdem a qualidade para consumo e, daí, o descarte é inevitável”, comenta Vinícius.

O público-alvo, segundo os inventores, os consumidores finais de frutas, legumes e verduras.

O “ovo de ouro” já foi registrado pelos  inventores junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Atualmente, Vinícius, Cláudio Neto e Cláudio Filho procuram por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento, bem como por formação de sociedade.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário