Recipiente para descarte de produtos hospitalares – fio de estanho e similares

Sobre o Invento

É comum que durante o dia a dia no trabalho pensemos em meios de melhorar os processos existentes. Poucos, porém, efetivamente se põem em ação. Antônio Avelino, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), percebia o risco de contaminação na forma improvisada como algumas ferramentas na saúde eram descartadas e assim criou o ” recipiente para descarte de produtos hospitalares” para oferecer maior segurança à equipe médica e de enfermagem.

Inventor: Antonio Carlos Alves Avelino

Categoria: Saúde

Benefícios: O “recipiente para descarte de produtos hospitalares” é tubular e terá dimensões de 90cm a 100cm de comprimento. Por meio de um furo no centro, os profissionais da saúde poderão descartar os fios de Kirschner/ Steinman. Quando o recipiente atingir sua capacidade máxima, o usuário irá girar a tampa e o produto será lacrado para o descarte adequado.

Público-Alvo: O público-alvo de Antônio são hospitais e clínicas, bem como empresas de descarte de material hospitalar.

Release

Inventor cria dispositivo para descarte de fios de Kirschner

O produto mantém o material isolado evitando eventuais acidentes e o risco de contaminação

É comum que durante o dia a dia no trabalho pensemos em meios de melhorar os processos existentes. Poucos, porém, efetivamente se põem em ação. Antônio Avelino, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), percebia o risco de contaminação na forma improvisada como algumas ferramentas na saúde eram descartadas e assim criou o “ recipiente para descarte de produtos hospitalares” para oferecer maior segurança à equipe médica e de enfermagem.

O “recipiente para descarte de produtos hospitalares” é tubular e terá dimensões de 90cm a 100cm de comprimento. Por meio de um furo no centro, os profissionais da saúde poderão descartar os fios de Kirschner/ Steinman. Quando o recipiente atingir sua capacidade máxima, o usuário irá girar a tampa e o produto será lacrado para o descarte adequado.

Segundo o inventor, caso o produto venha a ser confeccionado em tamanho maior, ele também poderá ser usado para o descarte de seringas e outros objetos.

“O descarte, hoje, é realizado de forma improvisada. Eu trabalhava no centro cirúrgico, onde eles dispunham as caixas de descarte umas sobre as outras. Os ‘Kirschners’ eram dobrados e as pontas ficavam expostas. Quem fosse manusear depois, como o pessoal da limpeza, ficava exposto ao risco de contaminação”, explica Antônio sobre sua motivação para o invento.

O público-alvo de Antônio são hospitais e clínicas, bem como empresas de descarte de material hospitalar.

O  “recipiente para descarte de produtos hospitalares” já está registrado pelo inventor junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Hoje, Antônio procura por investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento, bem como por formação de sociedade.

Saiba mais – Confira a entrevista que Antônio Avelino concedeu sobre o seu produto ao programa Ideias & Invenções, da ANI.

Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado.

Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário