Brinquedo Retângulometro

Sobre o Invento

O “Brinquedo Retangulômetro” funciona por meio da articulação de duas réguas: uma que mede a altura de um retângulo e outra que posiciona a diagonal. “Há um cursor que tem a função básica de medir 90º entre as réguas da altura e a da base – a régua diagonal indica, simultaneamente, medidas em unidades de ângulo em comprimentos de arcos, grau, grado e radiano. A medida do radiano é obtida por meio da régua em arco e da régua da base”, explica Nelson.

Inventor: Nelson Ditsuo Iwaoka

Categoria: Escola

Benefícios: Nelson teve a ideia para o seu “Brinquedo Retangulômetro” quando cursava o curso preparatório para o vestibular, quando o professor de matemática propôs o desenvolvimento de um mecanismo lúdico que facilitasse a compreensão dos conceitos de seno e cosseno. “A ideia é que o aluno aprenda brincando. Acredito que quando a gente aprende brincando, conseguimos guardar o conhecimento para a vida toda”, avalia o inventor.

Público-Alvo: Parceria – O inventor já possui proteção legal do projeto além de estudos de seu funcionamento, sendo que agora procura por empresas e parceiros que queiram investir na ideia e disponibilizá-la em escala no mercado. Para mais informações, representações ou distribuições, entre em contato pelo próprio site ou com seus procuradores – Associação Nacional dos Inventores, através do telefone (11) 3670-3411 ou e-mail [email protected]

Release

“Brinquedo Retângulometro” torna lúdico o aprendizado de Matemática Aparelho mensura ângulos em quatro unidades de medidas simultaneamente Distinguir e calcular senos, cossenos e tangentes parece mais um castigo que uma tarefa escolar para muitos alunos. Há, inclusive, casos de professores que relatam dificuldades em transmitir esses conceitos mais abstratos aos alunos. O pedagogo Nelson Ditsuo Iwaoka, afiliado à Associação Nacional dos Inventores (ANI), criou o “Brinquedo Retângulometro” para facilitar o aprendizado de alunos a partir do 8º ano do ensino fundamental. Nelson teve a ideia para o seu “Brinquedo Retangulômetro” quando cursava o curso preparatório para o vestibular, quando o professor de matemática propôs o desenvolvimento de um mecanismo lúdico que facilitasse a compreensão dos conceitos de seno e cosseno. “A ideia é que o aluno aprenda brincando. Acredito que quando a gente aprende brincando, conseguimos guardar [o conhecimento] para a vida toda”, avalia o inventor. O “Brinquedo Retangulômetro” funciona por meio da articulação de duas réguas: uma que mede a altura de um retângulo e outra que posiciona a diagonal. “Há um cursor que tem a função básica de medir 90º entre as réguas da altura e a da base – a régua diagonal indica, simultaneamente, medidas em unidades de ângulo em comprimentos de arcos, grau, grado e radiano. A medida do radiano é obtida por meio da régua em arco e da régua da base”, explica Nelson. O produto inova ao permitir a visualização física dos triângulos e suas dimensões pelo estudante. “Ele oferece, ao mesmo tempo, a leitura de uma mesma abertura entre réguas em quatro unidades de medidas de ângulo, enquanto o transferidor só nos indica uma única unidade de medida por vez. E isso com centésimos de decímetro de precisão”, destaca o inventor. Para aprender brincando, o professor pode coordenar a interação entre as crianças: “Parto da premissa de que os jogadores possuam conhecimentos prévios elementares, como selecionar uma figura em especial, comparar grandezas e fazer uso da regra de três simples. O professor pode propor perguntas, objetivo e metas aos alunos, que deverão responder com o apoio do ‘retangulômetro’. O jogo pode evoluir, gradativamente, introduzindo novos conceitos”, avalia o inventor. O produto deverá ser confeccionado em acrílico e aço, mas o inventor avalia que ele possa ser produzido em outros materiais de características semelhantes. Nelson já registrou o “Brinquedo Retângulometro” junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) e atualmente busca investidores para produzir e comercializar o produto, seja por meio da venda da patente ou do seu licenciamento. Mais informações – Assista ao vídeo no qual o inventor Nelson Iwaoka apresenta o seu “Brinquedo Retângulometro”, no programa Ideias e Invenções, da ANI – basta clicar aqui. Sobre a ANI – A Associação Nacional dos Inventores foi criada para que as invenções brasileiras possam servir à sociedade e estimular os inventores a continuar dedicando-se à inovação. Todos os projetos acompanhados pela ANI possuem proteção legal, além de estudo de seu funcionamento. A associação também busca empresas, investidores e parceiros que queiram viabilizar os projetos e disponibilizá-los em larga escala no mercado. Site: www.inventores.com.br

Apresentação

Investir no Projeto

ATENÇÃO: NÃO ESTAMOS VENDENDO UNIDADES DAS IDÉIAS AQUI DEMONSTRADAS, ESTAMOS SIM, PROCURANDO FABRICANTES – PARCEIROS, PARA PRODUZI-LAS E COMERCIALIZAR JUNTO AO MEIO EMPRESARIAL

Deixe seu comentário